RSS

Arena Paranaense para a Copa de 2014

05 nov

Cobertura será aberta ou fechada em menos de 15 minutos

O Atlético-PR banca a reforma e ficará com a receita do estádio

Com uma engenharia financeira de dar inveja a muitos clubes do Brasil, o Atlético-PR prepara o seu estádio para a Copa de 2014 com uma grande novidade: será o primeiro do País a ter uma cobertura com teto retrátil, que pode ser aberta ou fechada em menos de 15 minutos e se adequar a qualquer tipo de condição climática. “Além disso, a cobertura será translúcida e com células fotovoltaicas, para transformar a energia solar em
elétrica”, afirma o arquiteto Carlos Arcos, idealizador do projeto de reforma da Arena da Baixada.

A modernização da arena tem custo estimado de R$ 184,6 milhões, dos quais R$ 131,5 milhões (75%) virão de financiamento do BNDES. Os 25% restantes (R$ 53,1 milhões) foram aportados, em partes iguais, pelo clube, pela prefeitura de Curitiba e pelo governo estadual. Os recursos advindos do poder público foram viabilizados por meio de títulos de potencial construtivo, a serem vendidos ao mercado.

Nesse modelo escolhido, o Furacão não vai precisar dividir os lucros do estádio quando ele estiver pronto. “Mostramos que o Atlético-PR é capaz de fazer a obra, sem necessitar de uma empreiteira parceira”, explica Nelson Luiz Fanaya Filho, diretor de planejamento do clube.

Para colocar em prática a reforma, foi criada a empresa CAP S/A, uma Sociedade de Propósito Específico (SPE) que permite ao clube tocar a obra em um modelo de autogestão. Quando o estádio ficar pronto, em 25 de junho próximo, o Atlético-PR já poderá explorar o potencial de arena multiuso sem ter de dividir a receita.

“É uma engenharia financeira bem inteligente. O principal legado é que a arena seja um centro de eventos e espetáculos, para as pessoas transitarem todas as horas. Uma cidade com o potencial de Curitiba merece um espaço como esse”, comenta Nelson.

Ele lembra que o Estádio Joaquim Américo está no mesmo local desde 1912. Passou por grandes reformas e viu a cidade crescer a sua volta. Por ficar bem próximo do centro de Curitiba, está perto de avenidas que recebem um bom fornecimento de transporte coletivo e ficará ao lado de futuras estações do metrô. “Além disso, as pessoas têm o hábito de vir caminhando para o estádio”, diz, citando que aproximadamente 60% da capacidade hoteleira da cidade está a um raio de dois quilômetros do estádio.

O Atlético-PR contou também com um pouco de sorte na reforma. A arquibancada era em forma de ferradura, pois em um dos lados havia um terreno que era usado por uma escola. Depois de longa negociação o clube conseguiu convencer os proprietários, torcedores do rival Coritiba, a venderem o espaço. Cerca de 70% da capacidade de público já estava instalada e as obras teriam de terminar de fechar o anel das arquibancadas. “Era justamente neste local que a Fifa pediu para incluirmos a parte dos Vips e tribunas de imprensa. Assim, não precisamos mexer muito no outro lado”, conta Carlos Arcos.

O arquiteto também optou por derrubar as seis torres que rodeavam o estádio, para ter espaço para a nova cobertura, e com isso eliminou todos os pontos cegos da Arena da Baixada. “Eram quase três mil lugares”, revela. Ele também entende que a modernização do estádio implica no “projeto mais integrado à malha urbana da Copa”, pois haverá confluência entre o campo de jogo e a cidade. “Esse será nosso legado social”, avisa Arcos.

Entre outras coisas, a arena terá na fachada um telão de Led de 80 m de largura por 20 m de altura e as ruas do entorno e a grande praça na entrada serão assimiladas pelo projeto, fazendo com que o estádio não pareça um objeto estranho na região.

O lado da sustentabilidade ambiental também foi pensado e a arena terá captação de energia solar, reutilização de água da chuva e diminuição do consumo de energia, entre outras iniciativas.

PAULO FAVERO E ALMIR LEITE – O Estado de S.Paulo
Fonte: O Estado de São Paulo – 04/11/12
 

Tags: , , , , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: