RSS

Arquivo da categoria: Infraestrutura

Atualidades sobre investimentos públicos, privados e capital misto nos segmentos: Energia, Comunicações, Transportes e Bens de Capital

Imagem

boas-festas-2016-17-088

LOGO 2013-02

 

Tags:

Imagem

Merry Christmas – Happy New Year

Boas Festas 2015-16 000

 

Tags:

Natal / RN – Arena das Dunas

The Arena das Dunas is a football stadium designed by leading sports architect Christopher Lee of Populous to host football matches for the 2014 FIFA World Cup held in Brazil.

natal_aerea_arenadasdunas-0000

externo_dunas

 

Projetado para ser um local multiuso, o estádio vai sediar eventos esportivos, feiras e shows, além dos 22.000 m2 de praça ao ar livre em volta do estádio.

poscopa_dunas

O projeto do arquiteto australiano Christopher Lee (que também assinou o projeto do Estádio Olímpico de Londres) foi inspirado nas paisagens de dunas de Natal, dando um aspecto único à construção.

natal_aerea_arenadasdunas-089

A fachada e a cobertura são integradas e compostas por 20 “pétalas”, projetadas para serem mais altas em um dos lados do estádio, dando a forma e a ideia do movimento das dunas de areia, comuns na região. O projeto também permite maior ventilação e entrada de luz no estádio.

As estruturas em forma de pétala do telhado são feitas de treliças de aço, cobertas por fora com telhas de alumínio, com isolamento térmico e acústico. Internamente, são revestidos com uma membrana tensionada de PVC. As peças são unidas por policarbonato translúcido, o que permite que a passagem da luz.

Populous-completes-Arena-das-Dunas-for-FIFA-World-Cup-2014_dezeen_12

A cobertura da Arena também foi projetada para captar água da chuva. As calhas que coletam a água a conduzem para nove reservatórios instalados sob as arquibancadas inferiores. Como resultado, a até 3.000 metros cúbicos podem ser capturados e reutilizados nos sanitários e para a irrigação do campo.

natal_aerea_arenadasdunas-084

 Os torcedores que forem aos jogos e eventos no estádio vai perceber um novo padrão de conforto e segurança, que começou a ser visto no país com as novas arenas.  O estádio conta com estacionamento coberto, auditório, camarotes, Espaço Vip, telões em alta resolução, centro de comando e controle e quatro diferentes tipos de assentos.

natal_aerea_arenadasdunas-015

O acesso é privilegiado, já que ela está localizada no centro de Natal. São 75 catracas que permitem acessar as 21 entradas que levam aos quatro níveis da arena.

São 18 escadas e três rampas para atender às pessoas com mobilidade reduzida. Ao redor do estádio há 20 escadas metálicas que levam às arquibancadas superior e inferior, além de um anel que permite a circulação por todos os setores.

natal_aerea_arenadasdunas-070

A Arena das Dunas conta, ainda, com quatro lounges com capacidade entre 250 e mil lugares, 25 quiosques para comercialização de alimentos e bebidas, além de 30 banheiros.

Possui capacidade para 42.000 espectadores com 10.600 assentos removíveis.  São quatro tipos de assentos, em diferentes tons de azul: para o público geral, hospitalidade, VIP e Very VIP. Todos rebatíveis e com encosto. A diferença entre eles é que, em alguns setores, as cadeiras têm braços, estofamento e guarda-copos.

Também foram reservados 521 lugares para pessoas com deficiência. A escolha pelas cores foi uma opção no projeto arquitetônico, como explica Charles Maia, diretor da Arena das Dunas. “É um azul degradê. Torna-se uma espécie de oásis, compatível com o desenho do projeto. São quatro tons de azul, dando ideia de movimento”, explica.

Arena Dunas

Acessibilidade

Com rampas, elevadores, assentos para obesos, espaço reservado para cadeirantes, informação visual e piso com sinalização tátil do portão de entrada à arquibancada, a arena atende a todos os requisitos de acessibilidade.

“A arena está acessível em todos os níveis, com rampas e elevadores. Nos camarotes há banheiros acessíveis, ao redor da arena há sanitários masculinos e femininos com acessibilidade, bem distribuídos para atender a todos os portadores de necessidade especiais. Há piso tátil desde o portão externo, passando pelas bilheterias, até chegar à arquibancada”, detalha Charles Maia.

No total, os 521 assentos para deficientes disponibilizam 269 lugares para pessoas com mobilidade reduzida, 74 para obesos e 104 espaços destinados aos cadeirantes.

natal_aerea_arenadasdunas-085

Mais conforto

Os torcedores que chegarem com o próprio veículo terão 2.500 vagas de estacionamento, sendo 557 cobertas. Há vagas destinadas a deficientes, idosos, carros que usam energia limpa, motos, ônibus, além de um bicicletário. Localizado no térreo, o estacionamento coberto tem elevadores que dão acesso direto aos camarotes.

Foram construídos 39 camarotes, com 30 ou 50 lugares, dependendo da localização. Mobiliados com mesas, cadeiras, sofás, balcão e TV, cada camarote possui banheiro privativo e conta com serviços exclusivos. A arena também tem quatro lounges (com 250, 500 e dois com mil lugares), com sanitários privativos e os mesmos serviços dos camarotes.

natal_aerea_arenadasdunas-088

Tecnologia e Segurança

A segurança do estádio será coordenada pela equipe presente no Centro de Comando e Controle da arena, instalado em uma sala com mais de 80m², com equipamentos que permitem o monitoramento das imagens captadas por 200 câmeras, capazes de fazer reconhecimento facial dos torcedores.

“A sala de comando fica conjugada com o pessoal que controla o som e os telões. Ela fica no nível dos camarotes. Temos mais de 200 câmeras que fazem a cobertura de todas as áreas externas e internas. Quem está na arena está sendo visto pelo pessoal da sala de comando e controle, com equipamentos que fazem identificação facial”, afirma Charles Maia.

As informações ao público e os lances do jogo são transmitidos, com clareza, pelo sistema de som e pelos dois telões de 64m² (10,4m de largura e 6,22 de altura). Os telões estão instalados na cobertura, nos setores sudeste e noroeste, e transmitem imagens em alta resolução.

Em caso de emergência, o projeto da arena foi pensado para que o tempo de evacuação seja de, no máximo, oito minutos.

natal_aerea_arenadasdunas-090

 

Endereço: Av. Prudente de Morais, 5121 – Lagoa Nova, Natal – RN, 59020-510

Abertura: January 26, 2014

Ficha Técnica   

Área do terreno:                      450.000 m²

Área construída:                      412.000 m² – 122.000 m² (arena); 290.000 m² (centros administrativos)

Início do projeto:                     2008

Arquitetura:                               Populous Architects

Início das obras:                       junho de 2011

Conclusão das obras:             2013

Construção:                                OAS

Projeto básico                           R$ 13 milhões

Instalação das vigas                Após a conclusão da terraplenagem, construtora OAS começa instalação das vigas que sustentarão superestrutura do estádio

 

Fonte: Portal da Copa; http://www.metálica.com.br

LOGO 2013-00

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tags:

Estação Júlio Prestes – Dos trens à Sala São Paulo

Dos trens à Sala São Paulo – Estação Júlio Prestes, 75 anos.

A estação terá reforma de R$ 2,7 milhões em área da Secretaria Estadual da Cultura. Será beneficiada com a melhoria, a parte do prédio hoje ocupada pela Secretaria Estadual da Cultura.

O prédio da Estação Júlio Prestes foi construído entre 1926 e 1938, para ser sede da Estrada de Ferro Sorocabana, empresa criada pelos “barões do café” paulistas.

O projeto é de autoria do arquiteto Christiano Stockler das Neves (1889- 1982). Com a crise de 1929, entretanto, o plano teve de ser revisto – e a imponente construção ficou menor do que a ideia idealizada.

JP Sala SP 01

Do apito dos velhos trens aos acordes das mais importantes orquestras do mundo. Assim pode ser resumida a história da Estação Júlio Prestes, cujo prédio, um marco da região central de São Paulo, tem completos 75 anos. E, uma boa notícia: está em fase de projeto, com obras previstas para início neste ano (2014) um novo restauro, orçado em R$ 2,7 milhões.

Será beneficiada com a melhoria, a parte do prédio hoje ocupada pela Secretaria Estadual da Cultura. O projeto desenvolvido pelo escritório Dupré Arquitetura & Coordenação, o mesmo responsável pela grande intervenção que, entre 1997 e 1999, transformou o então jardim interno do prédio em um moderno palco de concertos, a Sala São Paulo, sede da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp).

JP Sala SP 02

“Na época, o maior desafio foi resolver a questão acústica. Por isso desenvolvemos um sistema de forros móveis”, explica o arquiteto Nelson Dupré.

Nas obras, serão recuperadas fachadas, instalações elétricas, hidráulicas e telefônicas, além de melhorias no paisagismo e na sinalização interna da estação.

JP Sala SP 03

JP Sala SP 04

“Das décadas de 1960 a 1980, a Estação Júlio Prestes experimentou um processo de decadência, com seu entorno”, diz o historiador Caio Passados Garcia, um dos monitores do tour oferecido diariamente para quem quiser conhecer mais sobre o prédio.

No início dos anos 1990, por causa de uma dívida que a Prefeitura tinha com o governo estadual, o imóvel foi repassado ao Estado. Anos depois, virou sede da Sala São Paulo e da secretaria.

Anexa ao equipamento cultural, a estação de trem continua funcionando. É ponto inicial da Linha 8 da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), por onde passam diariamente, em média, 430 mil pessoas.

JP Sala SP 05

O som não atrapalha em nada os eventos culturais ali dentro, graças a vidros antirruído. “E, no caso da sala de espetáculos propriamente dita, há um revestimento especial no chão com quatro camadas: concreto, neoprene, madeira naval e só então o piso visível ao público”, diz Garcia.

Toda a localização das poltronas, balcões e espaços vazios foi pensada e projetada para que os volumes internos também trabalhassem a favor da sonoridade da Sala São Paulo.

JP Sala SP 06

 Fonte/Créditos: EDISON VEIGA / TEXTO, EDUARDO ASTA / INFOGRÁFICO – O Estado de S.Paulo

LOGO 2013-00

 

 

 

Tags: , , , , , ,

Warren Buffet: Personal Tips

 

PROMETHOD

Tips by Warren Buffett

 

Tags: , , , , , , , , ,

Feliz e Próspero 2014

Para os nossos amigos, parceiros e colaboradores . . .

Boas Festas e Feliz 2014

 

Tags: , , ,

Expo 2020: Dubai foi eleita para ser a sede

Proposta de São Paulo foi eliminada na primeira etapa das votações

Com projeto do escritório de arquitetura americano Hok, Dubai venceu o concurso internacional para sediar a Expo Mundial de 2020, e será a primeira cidade do Oriente Médio a receber a exposição internacional desde sua criação, em 1851.

DUBAI EXPO 2020-01

Trazendo o tema “Conectando mentes, criando o futuro” – “Connecting Minds, Creating the Future“, em inglês, –  o programa que engloba 438 hectares desbancou a proposta da arquiteta iraquiana Zaha Hadid para Izmir, na Turquia.

O projeto que traria o evento para a cidade de São Paulo, em Pirituba, foi eliminado na primeira etapa das votações.

DUBAI EXPO 2020-02

O design de Dubai engloba três pavilhões conectados por uma ampla estrutura fotovoltaica, que prevê a criação de um toldo de painéis solares sobre os principais cominhos que dão acesso aos volumes.

Segundo o presidente do Hok, Bill Hellmuth, “a vitória de Dubai eleva seu status de uma cidade global com infraestrutura de ponta e enfatiza seu compromisso com energia sustentável”.

DUBAI EXPO 2020-03

A exibição será disposta em três zonas, que irão se desdobrar desde uma praça central em referência aos tradicionais mercados arábes, conhecidos como souks. A fim de incentivar com que visitantes explorem toda a extensão do espaço, os pavilhões menores serão posicionados próximo ao centro e entradas principais, enquanto as estruturas maiores estarão localizadas em um perímetro mais afastado.

DUBAI EXPO 2020-04

A próxima Expo Mundial será realizada em Milão, no ano de 2015, seguida pela Expo 2017 em Astana, no Cazaquistão, que tem projeto assinado pelo escritório americano Adrian Smith + Gordon Gill Architecture.

DUBAI EXPO 2020-05

Fonte: ARCOweb | Dezembro de 2013

LOGO 2013-00

 

Tags: , , , ,

 
%d blogueiros gostam disto: